FNAC

SUBMARINO

sexta-feira, 12 de março de 2010

Dificuldades na Produção de Textos



Tenho notado que alunos do 4º e 5º anos estão tendo dificuldades de produzir textos coerentes. Por isso, vou tentar fazer uma sequência didática com a finalidade de ajuda em organizar um texto e em seguida produzir. Portanto, é um texto simples que vale ser aplicado a qualquer ano do ciclo ou série.

Primeiro o professor deverá apresentar somente o texto "A ESCOLA DOS BICHOS"
Agora segue a atividade:

1) Leia o título com bastante atenção e descreva tudo o que você espera encontrar no texto que irá ler a seguir. (O aluno poderá criar um texto. Este tipo de atividade estimula o aluno a questionar o que está lendo e ao mesmo tempo produzir uma expectativa textual)

2) Leia o texto com bastante atenção.




A ESCOLA DOS BICHOS

Rosana Rizzuti

Conta-se que vários bichos decidiram fundar uma escola. Para isso reuniram-se e começaram a escolher as disciplinas.

O Pássaro insistiu para que houvesse aulas de vôo. O Esquilo achou que a subida perpendicular em árvores era fundamental. E o Coelho queria de qualquer jeito que a corrida fosse incluída.

E assim foi feito, incluíram tudo, mas... cometeram um grande erro. Insistiram para que todos os bichos praticassem todos os cursos oferecidos.

O Coelho foi magnífico na corrida, ninguém corria como ele. Mas queriam ensiná-lo a voar.

Colocaram-no numa árvore e disseram: "Voa,Coelho". Ele saltou lá de cima e "pluft"...coitadinho! Quebrou as pernas. O Coelho não aprendeu a voar e acabou sem poder correr também.

O Pássaro voava como nenhum outro, mas o obrigaram a cavar buracos como uma topeira. Quebrou o bico e as asas, e depois não conseguia voar tão bem, e nem mais cavar buracos.
3) Você encontrou algo no texto que você estava esperando? (Ou, algo no texto acima está parecido com o que você escreveu?)

5) Vamos procurar no dicionário as palavras que não compreendemos. (Essa atividade pode também ser feita oralmente com o professor de acordo com a necessidade/dificuldade da turma)

6) O texto acima é um tipo de fábula e como toda fábula tem uma MORAL, que moral você descreveria para essa fábula? Neste ponto, caberia ao professor colocar todos os alunos em círculo e pedir para cada um ler (se a atividade for escrita ou falar se o professor optar pela oralidade - que também é bastante interessante para desenvolver a expressividade oral) sua MORAL DA HISTÓRIA. Acho que dará um EXCELENTE DEBATE. A seguir todos irão ler a MORAL da autora e também colocar em debate. Será que a turma chegará à mesma conclusão? 7) Segue o final da fábula:


SABE DE UMA COISA?

Todos nós somos diferentes uns dos outros e cada um tem uma ou mais qualidades próprias dadas por DEUS.

Não podemos exigir ou forçar para que as outras pessoas sejam parecidas conosco ou tenham nossas qualidades.

Se assim agirmos, acabaremos fazendo com que elas sofram, e no final, elas poderão não ser o que queríamos que fossem e ainda pior, elas poderão não mais fazer o que faziam bem feito.

RESPEITAR AS DIFERENÇAS É AMAR AS PESSOAS COMO ELAS SÃO.

8) Agora que já discutimos nosso ponto de vista com relação à moral da história e conhecemos a Moral da Autora da história, que exemplos vemos todos os dias que poderíamos aplicar essa moral ou o que vemos em que a moral não é aplicada? (aqui cabe um debate das coisas que deverão ser mudadas em nosso dia a dia, o trabalho de auto aceitação,...)

9) Que tal criarmos uma FÁBULA? Ela pode ter uma moral diferente da que acabamos de ler.

Para o professor, segue abaixo o texto completo:




A ESCOLA DOS BICHOS

Rosana Rizzuti

Conta-se que vários bichos decidiram fundar uma escola. Para isso reuniram-se e começaram a escolher as disciplinas.

O Pássaro insistiu para que houvesse aulas de vôo. O Esquilo achou que a subida perpendicular em árvores era fundamental. E o Coelho queria de qualquer jeito que a corrida fosse incluída.

E assim foi feito, incluíram tudo, mas... cometeram um grande erro. Insistiram para que todos os bichos praticassem todos os cursos oferecidos.

O Coelho foi magnífico na corrida, ninguém corria como ele. Mas queriam ensiná-lo a voar.

Colocaram-no numa árvore e disseram: "Voa,Coelho". Ele saltou lá de cima e "pluft"...coitadinho! Quebrou as pernas. O Coelho não aprendeu a voar e acabou sem poder correr também.

O Pássaro voava como nenhum outro, mas o obrigaram a cavar buracos como uma topeira. Quebrou o bico e as asas, e depois não conseguia voar tão bem, e nem mais cavar buracos.

SABE DE UMA COISA?

Todos nós somos diferentes uns dos outros e cada um tem uma ou mais qualidades próprias dadas por DEUS.

Não podemos exigir ou forçar para que as outras pessoas sejam parecidas conosco ou tenham nossas qualidades.

Se assim agirmos, acabaremos fazendo com que elas sofram, e no final, elas poderão não ser o que queríamos que fossem e ainda pior, elas poderão não mais fazer o que faziam bem feito.

RESPEITAR AS DIFERENÇAS É AMAR AS PESSOAS COMO ELAS SÃO.
Texto retirado do link: http://textos_legais.sites.uol.com.br/a_escola_dos_bichos.htm



Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEU COMENTÁRIO É MUITO IMPORTANTE!